Instituto do Envelhecer - IEN

Apresentação

O Instituto do Envelhecer (IEN) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), criado pela resolução número 027/2018 – CONSUNI, de 07 de dezembro de 2018 e instalado no dia 24 de maio de 2019, tem desenvolvido, desde então, ações e realizado parcerias com órgãos da sociedade que estão alinhados na temática do envelhecimento, bem como, participado de eventos na área. Essas ações buscam dar visibilidade aos projetos de pesquisa e extensão, dentre outras atividades que atendem ao regimento do IEN


De acordo com a análise de dados do atual cenário brasileiro juntamente com os do Estado do Rio Grande do Norte, percebe-se a tendência de crescimento da população idosa. Para mais, observa-se que esse processo de envelhecimento reflete no quadro de servidores da UFRN.

A Instituição possui 2411 docentes ativos, desse quantitativo 389 são idosos. Issorepresenta 16% do total dessa classe de servidores. Seguindo a mesma lógica, dos 2925 técnicos ativos, 587 são indivíduos acima de 60 anos, o que equivale a 20% da classe. No que toca aos docentes e técnicos aposentados, o quantitativo cresce, sendo de 64% e 71% respectivamente. Diante desses dados, evidencia-se que o envelhecimento da população é uma realidade posta que se apresenta em todos os setores da sociedade, inclusive na Universidade Federal do Rio Grande do Norte.


Missão

A missão do Instituto do Envelhecer da Universidade Federal do Rio Grande doNorte é promover a integração do ensino, pesquisa e extensão relacionados à temática do envelhecimento, assim como prestar assistência à vida da pessoa idosa da comunidade universitária e extra universitária, estando em consonância com as diretrizes da Política Nacional do Idoso e demais instrumentos legais que subsidiaram a sua criação.

Nesse sentido, o IEN tem a missão de contribuir à formação multiprofissional dealunos de graduação e pós-graduação e, consequentemente, com o desenvolvimento educacional, social e econômico do Rio Grande do Norte. Ademais, pela congregação de ações integrais e integradas desenvolvidas por professores, alunos, funcionários e comunidade, o IEN se constituirá num centro colaborador na área do envelhecimento, no sentido de subsidiar as políticas públicas dirigidas ao grande contingente populacional que envelhece em nível municipal, estadual e federal.


Visão de Futuro

O Instituto do Envelhecer assume o compromisso de estabelecer um espaço deintegração das ações de ensino, pesquisa e extensão no âmbito do envelhecimento na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Buscando institucionalizar a porta de entrada à pessoa idosa na UFRN, bem como, promover assistência à vida à pessoa idosa. Para mais, buscar-se -á consolidar cada vez mais o IEN como centro colaborador na área do envelhecimento a fim de subsidiar as políticas públicas que versem sobre essa temática de maneira que continue contribuindo para a formação multidisciplinar dos alunos de graduação e pós-graduação da UFRN.


Atendimento

O Instituto do Envelhecer está localizado no prédio anexo da DDP - Espaço Integradode Desenvolvimento Humano do Campus Universitário (UFRN). O funcionamento do setor vai das 8h às 16h30. As demandas também podem ser encaminhadas por e-mail, pelos sistemas integrados da UFRN (SIGAA, SIPAC e SIGRH), ou por telefone, e serão atendidas pelos servidores das respectivas unidades.

    • DIREÇÃO DO IEN

      KENIO COSTA DE LIMA – DIRETOR (84) 9 99929-6603

      DONÁLIA CÂNDIDA NOBRE – VICE-DIRETORA (84) 9 99929-6604


      SECRETARIA ADMINISTRATIVA DO IEN

      (84) 3342-2388 – R 600

      secretaria@ien.ufrn.br

      KAROLINE FERNANDES PINTO LOPES


Mídias sociais